5 passos para a entrega bem-sucedida de softwares

5 passos para a entrega bem-sucedida de softwares

Entregas cada vez mais constantes, exigência crescente por qualidade e redução de custos, necessidade de mitigação dos riscos e busca por flexibilidade das equipes de desenvolvimento e integração delas com o time operacional. Tudo isso em um ambiente multi-plataforma que inclui cloud, mobile e mainframe.

Se esse cenário lhe parece familiar, bem-vindo à atual realidade de desenvolvimento de software. “A velocidade das mudanças é cada vez maior, não apenas das soluções e tecnologias disponíveis, mas também das necessidades do cliente. As empresas precisam ter cada vez mais agilidade para reagir às mudanças do mercado, sem perder de vista a qualidade e os custos. Esse é um grande desafio dos negócios hoje”, avalia o Consultor de Engenharia de Software e Líder da iniciativa de P&D da OneForce, Tiago Moura.

Para ajudar as empresas a trilharem um caminho próspero de desenvolvimento de novas aplicações, um time de especialistas da IBM elaborou o whitepaper “5 passos vitais para a entrega bem-sucedida de softwares em um mundo caótico”. Todos eles com foco na criação de um ambiente de trabalho colaborativo que permita a integração das atividades e das informações entre os diversos times.

Neste post, você descubrirá cada um desses passos e a importância que têm no gerenciamento do ciclo de vida de suas aplicações. Para ler o whitepaper completo, em inglês, clique aqui.

1 – Tenha uma plataforma colaborativa

Equipes isoladas e stakeholders sem informação. Situações como essa não são raras e certamente afetam o resultado final das entregas. “O mais comum é que a informação não chegue para todos da mesma forma seja porque as discussões foram realizadas por e-mail, e nem todos foram copiados, ou porque não há atualização dos dados à medida em que o trabalho é desempenhado e novas demandas surgem. Enfim, se as pessoas não estão no mesmo ponto do projeto, não há um ambiente propício para colaboração”, avalia Tiago.

Unificar, em uma só plataforma, a troca de informações, ideias, atividades, status, novas demandas e planejamento é fundamental para fazer com que todos trabalhem com foco nos mesmos objetivos e estejam sincronizados.

“Isso é especialmente importante para empresas que possuem times dispersos geograficamente ou que estejam em constante movimento”, ressalta o Consultor de Engenharia de Software.

2 – Conecte seus projetos, equipes e ferramentas

Muitos investimentos isolados foram feitos pelas equipes de TI em ferramentas que solucionassem demandas específicas. Algumas delas foram desenvolvidas internamente, outras adquiridas de diversos fornecedores e há ainda as de open source. “Cada ferramenta pode ter APIs distintos e alguns deles podem ser proprietários”, destaca o documento.

O resultado é que as equipes se apegam às soluções que já utilizam, concentram ali os dados e, mais uma vez, dificultam a visibilidade do projeto de ponta a ponta e a própria colaboração entre as equipes. A maneira menos dolorosa de promover essa integração é manter os dados onde eles já estão e realizar o link entre eles utilizando ferramentas próprias para sincronização.

3 – Aumente a velocidade de entrega das aplicações

Para isso, nada melhor do que implantar metodologias ágeis que promovam iterações rápidas e permitam ajustar o curso do projeto à medida em que os requisitos mudam.

Associado a práticas ágeis, o amadurecimento do movimento de DevOps – que nada mais é do que a ruptura das barreiras e promoção da colaboração entre as equipes de desenvolvimento (Dev) e operações (Ops) – também contribui para entregas mais rápidas e frequentes.

Estender os princípios de DevOps para os demais envolvidos (sejam eles empresários, desenvolvedores, testers, engenheiros de operações…) é outro passo importante para garantir que todos saibam o que precisa ser feito.

4 – Antecipe o feedback dos clientes e da equipe de testes

Obter feedbacks apenas ao final do processo, mais precisamente depois de uma entrega, pode representar o fracasso de um projeto. Criar um ambiente em que os feedbacks, tanto dos clientes quanto da área de testes, façam parte da troca de informações entre as equipes contribui para a realização de melhorias contínuas e, consequentemente, entrega de softwares que estejam mais próximos do esperado.

Também auxilia as equipes a responderem rapidamente às mudanças, mitigar riscos cada vez mais cedo, ajustar as prioridades e garantir que os requisitos certos estão em foco no momento certo. “O resultado final é a entrega bem-sucedida de um software baseado nas necessidades do negócio e não em reações a erros de aplicações e versões anteriores”, acrescenta o material.

5 – Padronize os processos

Documentar processos e automatizá-los certamente terá impactos na produtividade do seu time. Além de abreviar o tempo de aprendizado, fazendo que as pessoas já entrem no projeto rodando, também reduz os atrasos provocados por erros e retrabalho.

A SOLUÇÃO

Uma plataforma única, oferecida pela OneForce, pode ajudar a sua empresa a dar os 5 passos necessários para a entrega de softwares bem-sucedida. A solução integrada, aberta e extensível, IBM Collaborative Lifecycle Management (CLM), oferece colaboração em tempo real, visibilidade do trabalho, automação e controle de processos desde a definição dos requisitos até o gerenciamento de entrega.

Composta pelas ferramentas: IBM Rational Team Concert, IBM Rational Quality Manager e IBM Rational DOORS Next Generation, o CLM irá auxiliar a sua empresa no gerenciamento do ciclo de vida das aplicações (ALM – Application Lifecycle Management). Conheça aqui os benefícios de cada uma dessas ferramentas.

Quer saber mais sobre a solução? Entre em contato com a OneForce. Nossos especialistas estão prontos para ajudá-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *